“Gravei um áudio onde meu chefe me ameaçava de estupro.”

“Não sei ainda se quero falar sobre isso, vou pensar. Ainda estou na empresa, prefiro não me comprometer.”

“Até tenho áudios gravados, mas se eu mostrar pra alguém sei que vão me demitir.”

“Não obrigada, acho melhor não falar não. Mais tranquilo.”

“Meu processo está na justiça, não posso publicá-lo.”

“Eu acho muito corajoso vocês fazerem esses relatos e processarem suas empresas. Eu não tenho essa coragem…”

“Machismo comigo, somente na faculdade com piadinhas de professor, graças a Deus nada grave depois que entrei no mercado.”

“Eu quis muito processar por assédio uma empresa onde eu trabalhei, mas por querer outro emprego na mesma cidade, e saber como as empresas são mente fechada e um gestor sempre conversa com outro, desisti.”

“Depois de 3 meses de assédio moral diário, estou pensando em entrar na justiça. Não sei se eu entro… Gravei algumas conversas.”

#mandaprints

ed1ea8df-5f7c-42cc-9c38-682c2a08336a

15391340_1778680585713753_485140516673653159_o

15542350_10154606855160236_2892848477782091703_n

4410674240866742026-account_id=1.jpg

Anúncios